Topo
Blog do Mauro Cezar

Blog do Mauro Cezar

Categorias

Histórico

Jesus comete primeiro grande pecado no Fla e fica entra a cruz e a espada

Mauro Cezar Pereira

25/07/2019 01h31

Às costas de Rodinei, Guerrero cruzou para Godoy finalizar: bola no canto de Diego Alves — Reprodução TV

A escalação do Flamengo para o jogo contra o Emelec foi surpreendente. Rodinei na lateral e Rafinha à frente, como meia. Não seria absurdo o ex-jogador do Bayern Munique na função se houvesse tempo e treinamento. Mas não fez o menor sentido o ex-titular no lado direito da defesa após tanto tempo à espera de alguém que pudesse assumir a posição mais carente do elenco. Jorge Jesus cometeu, no Equador, o seu primeiro grande erro como técnico rubro-negro na desastrosa derrota para o Emelec por 2 a 0.

O primeiro gol teve falha de Renê, que permitiu a inversão de jogo, maior ainda de Rodinei, que, mal posicionado, deixou gigantesco espaço às suas costas. Ali, Guerrero cruzou de primeira para Godoy, cercado por três, finalizar do jeito que a bola veio, ante a passividade de Léo Duarte e contando com certa colaboração de Diego Alves, afinal, ela entrou no canto do goleiro. Seria uma difícil defesa se a fizesse, mas não era algo impossível para um arqueiro de seu nível. Tudo isso aos 10 minutos de partida.

Rafinha se deslocou, Lucas Silva, com mais duas opções, tentou o drible e foi desarmado — Reprodução TV

A partir daí  Emelec se fechou, rejeitava a posse de bola, não finalizou mais no alvo por muito tempo, enquanto o Flamengo corria desorganizadamente. Sem Arrascaeta, Everton Ribeiro e Vitinho, o time de Jesus perderia Diego, com fratura no tornozelo, após jogar 17 minutos com um a mais, devido à expulsão de Vega. Eram novamente 10 contra 10. Após tantos investimentos, o time estava em campo com os meninos Lincoln, que perdeu grande chance, e Lucas Silva, que tentou driblar quando Rafinha lhe dava opção de passe e foi desarmado. Nascia ali a jogada dos 2 a 0.

O time equatoriano só voltou a acertar a meta carioca no segundo tempo, contado com desvio em Renê, que ainda mandou um tito na trave da equipe de Guaiaquil. Derrota por placar até exagerado que deixa o Flamengo em situação delicada na Libertadores. Precisará vencer, quarta-feira, no Maracanã, por três gols de diferença. Não é missão impossível, mas com tantos desfalques, as chances são ainda menores. Seria o momento de priorizar o campeonato brasileiro? Jorge Jesus cometeu seu primeiro pecado no Flamengo e agora está entra a cruz e a espada.

Mais Mauro Cezar

follow us on Twitter

follow me on youtube

follow me on facebook

follow us on instagram

follow me on google plus

Sobre o autor

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN.

Contato: maurocezarblog@uol.com.br

Sobre o blog

Trazer comentários sobre futebol e informações, eventualmente em primeira mão, são os objetivos do blog. O jornalista pode "estar" comentarista, mas jamais deixará de ser repórter.

Mais Blog do Mauro Cezar