PUBLICIDADE
Topo

VP de finanças, Wallim Vasconcellos entrega cargo e deixa diretoria do Fla

UOL Esporte

10/02/2020 23h58

Wallim Vasconcelos ocupava a vice-presidência de finanças do Flamengo – Foto: Júlio César Guimarães/ UOL

Wallim Vasconcelos entregou sua renúncia à vice-presidência de finanças do Flamengo no final da noite desta segunda-feira (10). O ex-candidato a presidente do clube era o titular da pasta desde o início do mandato de Rodolfo Landim, em janeiro de 2019.

Wallim foi vice de futebol no início do primeiro mandato de Eduardo Bandeira de Mello, em 2013, depois de uma pré-candidatura à presidência. Na eleição seguinte, os dois disputaram o cargo, quando Bandeira foi reeleito.

A saída de um dos nomes mais importantes da chapa que venceu as eleições de 2018 reflete a silencionsa insatisfação de parte dos dirigentes com a forma como o clube vem sendo gerido. O poder está centralizado.

As principais decisões no Flamego costumam ser tomadas por um trio. Ele é formado por Landim, pelo vice de relações externas, Luiz Eduardo Baptista, o BAP; e Gustavo Oliveira, vice de comunicação e marketing.

Nas questões referentes ao incêndio do Ninho do Urubu, a eles se juntam o vice geral e jurídico, Rodrigo Dunshee, e o CEO, Reinaldo Belotti. Muitos vices sequer foram ouvidos em momentos importantes nos últimos 12 meses

Além disso, como o blog informou em 2 de janeiro, existem diferentes correntes políticas entre os integrantes do conselho do futebol. A turbulência política tão característica em diversas gestões no Flamengo resiste.

 

follow us on Twitter

follow me on youtube

follow me on facebook

follow us on instagram

follow me on google plus

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN e da Rádio Bandeirantes de São Paulo.

Sobre o blog

Trazer comentários sobre futebol e informações, eventualmente em primeira mão, são os objetivos do blog. O jornalista pode "estar" comentarista, mas jamais deixará de ser repórter.