PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Torcida do Vasco brilha, mas Luxemburgo perde para Ney e Marcão no returno

Mauro Cezar Pereira

30/11/2019 04h00

Vanderlei Luxemburgo na noite de quinta-feira, no Morumbi – Foto: Divulgação/Carlos Gregório Jr./CRVG

Foi de fato espetacular. Como o blog registrou na quarta-feira, a torcida do Vasco decidiu resgatar o time, reescrever sua história e tenta, de diferentes maneiras, reposicionar o clube em seu devido lugar. Foi estupenda a adesão que o fez, em menos de cinco dias, sair de aproximadamente 33 mil associados para nada menos que 100 mil sócios-torcedores, número que coloca os vascaínos na quarta posição do ranking no país. Contudo, em campo essa paixão não tem sido correspondida.

Elogiadíssimo após o 4 a 4 com o Flamengo, jogo que acabou sendo o do título rubro-negro com a derrota do Palmeiras na mesma rodada, o time de Vanderlei Luxemburgo não tem sido feliz nas mais recentes partidas. A equipe tem apenas uma vitória em seus oito últimos compromissos, somando quatro empates, três derrotas e o triunfo solitário sobre o CSA. Em casa, os vascaínos não ganham há três pelejas. Fora, perderam para o São Paulo por 1 a 0, no Morumbi, na noite de quinta-feira.

FutDados

No segundo turno do Campeonato Brasileiro, o Vasco de Luxemburgo tem 21 pontos que o deixam atrás do Goiás de Ney Franco (sexto com 28), do Fortaleza de Rogério Ceni (oitavo com 24) e do Fluminense de Marcão (nono com 23 pontos ganhos nesta metade final do certame). Times mais caros, como Corinthians e Internacional, que sonham com vaga na próxima Copa Libertadores, conseguem ser ainda piores no returno. Mas os elogios pós 4 a 4 parecem ter sido exagerados.

Nos seis últimos jogos, o time fez apenas seis pontos, como registra o site FutDados. É de 43.75% o aproveitamento no returno, melhor do que o do primeiro turno, quando o time cravou 38.89% e foi 12º colocado. Contando apenas os 22 pontos obtidos pela equipe sob o comado de Luxemburgo na primeira metade do campeonato, o índice caiu, pois o técnico bateu os 48,88% naquelas 15 partidas sob seu comado. Se o time fizesse como a torcida, estaria a caminho da Libertadores.

 

follow us on Twitter

follow me on youtube

follow me on facebook

follow us on instagram

follow me on google plus

Sobre o autor

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN e da Rádio Bandeirantes de São Paulo.

Sobre o blog

Trazer comentários sobre futebol e informações, eventualmente em primeira mão, são os objetivos do blog. O jornalista pode "estar" comentarista, mas jamais deixará de ser repórter.

Mauro Cezar Pereira