PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Estreia contra argentino em crise motiva caçula em torneios internacionais

Mauro Cezar Pereira

11/02/2020 19h20

Wellington Paulista, do Fortaleza: clube estreia em certames internacionais – Foto: Divulgação/Bruno Oliveira/FEC

Nesta quinta-feira, às 21h30, em Avellaneda, Grande Buenos Aires, o Fortaleza fará sua primeira partida internacional por competição oficial. Será a estreia do time na Copa Sul-americana, contra o Independiente, campeão de 2017, clube que mais vezes (sete) ergueu o troféu da Libertadores da América.

O time argentino vem em crise profunda depois de perder no domingo para o maior rival, o Racing, pelo campeonato argentino, mesmo atuando por quase todo o segundo tempo com 11 homens contra nove. Após um par de expulsões, entre elas a do goleiro, "Rojo", como é conhecido, levou o único gol do jogo aos 41 minutos do segundo tempo.

Nesse cenário, há mais motivos para otimismo do Fortaleza, afinal, estará diante de um oponente que segue em meio a queixas dos torcedores e críticas da imprensa, depois de uma derrota histórica. Os jogadores foram insultados por hinchas do próprio clube na noite de domingo e treinaram a portas fechadas em Villa Domínico na segunda-feira.

Avançar na Sul-americana é fundamental para os planos do clube cearense, que traçou seu planejamento estratégico para 2020. Em 2019, o Fortaleza atingiu 72% das metas. Para este ano, projeta faturamento de R$ 18 milhões com o programa de sócio torcedor. E os resultados internacoinais poderão ajudar a alcançar tal objetivo, é claro.

O Leão do Pici espera, no mínimo, chegar às fases finais do Campeonato Cearense e da Copa do Nordeste. No ano passado conquistou os dois títulos. Na Copa do Brasil e na Sul-Americana, a ideia é avançar pelo menos uma fase em cada. Seguir na Série A do Campeonato Brasileiro é a meta para o fechamento da temporada, em dezembro.

 

follow us on Twitter

follow me on youtube

follow me on facebook

follow us on instagram

follow me on google plus

Sobre o autor

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN e da Rádio Bandeirantes de São Paulo.

Sobre o blog

Trazer comentários sobre futebol e informações, eventualmente em primeira mão, são os objetivos do blog. O jornalista pode "estar" comentarista, mas jamais deixará de ser repórter.

Mauro Cezar Pereira