Topo

Histórico

Categorias

Trio do Flamengo tem mais gols em 2019 do que 12 times da Série A

Mauro Cezar Pereira

21/11/2019 04h06

Bruno Henrique, Arrascaeta e Gabriel: 84 gols em 2019 – Foto: Divulgação/CRF

Dono do melhor ataque do Brasil no ano e no Campeonato Brasileiro, o Flamengo tem um trio de artilheiros que supera mais da metade dos times da primeira divisão em 2019. Gabriel Gabigol Barbosa, Bruno Henrique e Arrascaeta têm, juntos, 84 tentos no ano.

Gabigol acumula 38, 22 deles na Série A, Bruno Henrique tem 31 e Arrascaeta totaliza 15. Eles têm mais gols do que 12 das 20 equipes da Série A em 2019, contabilizando apenas partidas oficiais. O Flamengo lidera esse ranking com nada menos do que 132. O levantamento é do site FutDados.

Apenas Grêmio e Atlético superaram a casa dos 100 no ano, Athletico e Palmeiras estão próximos de chegar a Uma centena. Além desses três times, apenas Palmeiras, Santos, Bahia e Fluminense balançaram as redes adversárias mais vezes do que o trio do Flamengo.

Fonte: FutDados

 

follow us on Twitter

follow me on youtube

follow me on facebook

follow us on instagram

follow me on google plus

Sobre o autor

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN e da Rádio Bandeirantes de São Paulo.

Sobre o blog

Trazer comentários sobre futebol e informações, eventualmente em primeira mão, são os objetivos do blog. O jornalista pode "estar" comentarista, mas jamais deixará de ser repórter.

Blog do Mauro Cezar