Topo
Blog do Mauro Cezar

Blog do Mauro Cezar

Categorias

Histórico

Fla planeja 2020, procura novos "Marí" e fica atento a feras como Cavani

Mauro Cezar Pereira

29/10/2019 12h57

Cavani chega ao Parque dos Príncipes para jogo do PSG: contrato até junho – Foto: Divulgação/PSG

Líder do Campeonato Brasileiro com 10 pontos de vantagem sobre o Palmeiras, o Flamengo já planeja a próxima temporada. E em meio a chegadas e partidas que marcarão os primeiros meses de 2020, o clube pesquisa nomes no mercado, inclusive estrangeiros. A expectativa é encontrar outra solução eficaz e até então desconhecida, como Pablo Marí, e ser bem sucedido em investidas como a feita em Mario Balotelli.

Dirigentes e o Centro de Inteligência e Mercado (CIM) trabalham há aproximadamente mês e meio na busca por nomes que possam reforçar o elenco. O técnico Jorge Jesus obviamente não fala, mas uma das razões pelas quais demora a fazer substituições e não poupa tanto os titulares é a gritante diferença de nível entre eles e vários reservas. O português, na realidade, não confia em alguns suplentes para executar determinadas tarefas.

Zagueiro, volante, meia, centroavante, atacante de lado… Todas essas posições serão alvos do Flamengo no mercado. Com o sucesso de Pablo Marí, adquirido junto ao Manchester City por cerca de €1,6 milhão (R$ 7,1 milhões), o departamento responsável por pesquisar jogadores mira em outros com o mesmo perfil. E há espaço para estrangeiros no elenco devido às recentes saídas de Fernando Uribe e Gustavo Cuellar.

O entendimento no clube é de que 2020 será um ano com muitas convocações para as seleções em jogos oficiais, inclusive com mais uma Copa América. Estimativas rubro-negras dão conta de que o treinador poderá ficar sem alguns atletas por até 20 partidas. "Então, será o ano do elenco. Estamos acreditando que teremos sempre cinco convocados", disse ao blog um dos envolvidos nesse planejamento. "Olhamos o mundo todo", acrescentou.

Além de descobertas como Marí, o Flamengo observa o mercado, atento a grandes nomes do futebol europeu que sejam viáveis em meados de 2020. Negociar com os agentes de Balotelli abriu caminhos e das cinco tentativas internacionais feitas na última janela de contratações, ele foi a única que não fechou com os rubro-negros. O zagueiro espanhol, Rafinha, Gérson e Filipe Luís vieram para o Brasil e estão jogando bem.

Nessa observação, Edinson Cavani, que fará 33 anos em 14 de fevereiro, é possível alvo rubro-negro. O Flamengo vai perguntar, no início do ano, se o uruguaio renovará, ou não, com o Paris Saint Germain (tem contrato até 30 de junho de 2020) e se em seus planos estarão um retorno à América do Sul. Nomes como Diego Costa (fez 31 anos no dia 7) são pouco cotados. Motivo: tem contrato com o Atlético de Madrid até 30 de junho de 2021!

Rafinha e Filipe Luís foram contratados quando seus compromissos com Bayern e Atlético de Madrid, respectivamente, estavam se encerrando. Outros nomes de peso, mas livres, sem multas rescisórias elevadas, são vistos como possíveis em tal cenário. Era o caso de Balotelli: "Se tivéssemos que pagar multa a algum clube, nem tentaríamos", disse um dirigente ao blog, na época da negociação com o italiano. Cavani poderá estar em idêntica situação dentro de meses, caso não renove seu compromisso com o PSG.

Jogador do mercado nacional que tem o nome vinculado ao Flamengo em especulações, Rodrigo Dourado tem contrato com o Internacional até 31 de dezembro de 2020. Lesionado, dificilmente gerará proposta do time carioca de imediato. Motivo: "Não tem minutagem constante, algo fundamental para jogar aqui", disse a mesma pessoa que participa do planejamento para 2020. O volante de 25 anos não atua desde julho, fez somente 17 jogos em 2019 e realizou artroscopia no joelho esquerdo há pouco mais de três semanas. Foi a segunda dele no ano, a anterior aconteceu em maio.

 

follow us on Twitter

follow me on youtube

follow me on facebook

follow us on instagram

follow me on google plus

Sobre o autor

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN e da Rádio Bandeirantes de São Paulo.

Sobre o blog

Trazer comentários sobre futebol e informações, eventualmente em primeira mão, são os objetivos do blog. O jornalista pode "estar" comentarista, mas jamais deixará de ser repórter.

Blog do Mauro Cezar