Topo
Blog do Mauro Cezar

Blog do Mauro Cezar

Categorias

Histórico

Athletico abre vantagem contra um Inter preocupado em não perder. Perdeu!

Mauro Cezar Pereira

12/09/2019 00h58

O atleticano Bruno Guimarães celebra o único gol marcado na Arena da Baixada – Foto: Divulgação/CAP

Não perder era o objetivo do Internacional, em Curitiba, diante do Athletico, onde costuma ser dominante, poderoso e dificilmente batido. Não adiantou. O time foi derrotado por 1 a 0, gol de Bruno Guimarães. Com isso os rubro-negros têm vantagem do empate na volta, quarta-feira, em Porto Alegre.

Fora de casa o Furacão não costuma ventar forte. Essa deverá ser uma das maiores preocupações do time paranaense na partida da semana que vem, obviamente. Ainda mais porque o colorado também tem nos jogos em seu estádio um dos pontos fortes, trunfo que será muito utilizado no cotejo que apontará o campeão da Copa do Brasil.

Na Arena da Baixada, o Internacional foi, mais uma vez, um time cauteloso, pragmático, disposto a abraçar o 0 a 0 e dele jamais largar. Não deu. Como nas derrotas fora de casa para o Palmeiras (1 a 0) no mesmo certame, e Flamengo (2 a 0), pela Copa Libertadores. Avançou na primeira atuando em casa, caiu na segunda ante seu torcedor.

As conhecidas dificuldades atleticanas poderão ser um ponto positivo para o time gaúcho, mas o fato é que os rubro-negros saíram de campo em vantagem. Quando a bola rolar no Beira-Rio, o 0 a 0 no placar será o bastante para o atual campeão da Copa Sul-americana, que poderia fazer um placar maior, até que tentou, não conseguiu.

Pior é ver o Inter, com poderio ofensivo e condições evidentes de jogar para vencer e eventualmente deixar a cancha com um empate, perder a partida e encarar o resultado como aceitável, apoiado na aposta do jogo de volta, acreditando que em Porto Alegre vencerá. Pode ser, mas terá que ser por mais de um gol, ou encarará uma disputa de pênaltis com 1 a 0, 2 a 1 etc.

Esse pragmatismo do time porto-alegrense reforça a tese cada vez mais difundida no futebol brasileiro. Os treinadores entram em campo, inúmeras vezes, com uma prioridade: evitar a derrota. Vencer? Sim, pode ser, mas por consequência de algo, se eventualmente surgir a chance. Pouco para o bo, elenco que possui o Internacional. E poderá custar caro.

follow us on Twitter

follow me on youtube

follow me on facebook

follow us on instagram

follow me on google plus

Sobre o autor

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN e da Rádio Bandeirantes de São Paulo.

Sobre o blog

Trazer comentários sobre futebol e informações, eventualmente em primeira mão, são os objetivos do blog. O jornalista pode "estar" comentarista, mas jamais deixará de ser repórter.

Mais Blog do Mauro Cezar