Topo
Blog do Mauro Cezar

Blog do Mauro Cezar

Categorias

Histórico

O fim de semana dos rivais de Athletico, Flamengo e Inter na Libertadores

Mauro Cezar Pereira

30/07/2019 15h00

Três times brasileiros entrarão em campo nesta quarta-feira pela Copa Libertadores, dois em desvantagem, Athletico, derrotado em casa pelo Boca Juniors (1 a 0), e Flamengo , batido no Equador pelo Emelec (2 a 0). Já o Internacional recebe o Nacional depois de vencer o time uruguaio em Montevidéu pela contagem mínima.

No fim de semana começou o Campeonato Argentino 2019/2020. Três jogadores estiveram em campo na vitória do Boca Juniors (1 a 0) sobre o Athletico em Curitiba e também no empate sem gols de domingo frente ao Huracán: o goleiro Esteban Andrada e a dupla de zaga, formada por Paolo Goltz e Júnior Alonso.

Carlos Tévez controla a bola no empate sem gols contra o Huracán: ele deverá ficar no banco – Foto: divulgação/CABJ

Para esta quarta, o zagueiro Isquerdoz pode reaparecer após cumprir suspensão. Outra opção a mais para o treinador Gustavo Alfaro é o atacante Villa, recuperado de uma lesão muscular. O colombiano, inclusive, foi titular no final de semana na peleja contra o ex-time do atual técnico xeneize.

A equipe provável do Boca: Esteban Andrada; Julio Buffarini (Marcelo Weigandt), Paolo Goltz (Carlos Izquierdoz), Junior Alonso e Emmanuel Mas; Nahitan Nández, Iván Marcone, Nicolás Capaldo (Sebastian Villa), Alexis Mac Allister; Mauro Zárate y Wanchope Ábila.

Jogadores do Emelec treinam no CT do Fluminense para enfrentar o Flamengo – Foto: divulgação/CSE

Rival do Flamengo, o Emelec jogou sábado pelo Campeonato Equatoriano. No empate em 2 a 2 com a equipe do Técnico Universitário, os titulares foram totalmente diferentes da escalação inicial nos 2 a 0 sobre o Flamengo, quarta-feira passada. A equipe de Guaiaquil tem um desfalque certo: o zagueiro Vega foi expulso no jogo de ida e cumprirá suspensão.

Mejía é o jogador mais indicado para substituir o argentino na defesa. Ele participou da segunda metade da etapa final na peleja do fim de semana. O técnico espanhol Ismael Rescalvo não sabe se terá Brayan Cabezas. O meia de 22 anos que defendeu o Fluminense em 2018 tem lesão no joelho, mesmo assim está no Rio de Janeiro com a delegação.

O artilheiro Bergessio comemora um de seus dois gols no jogo contra o Progresso – Foto: divulgação/CNF

O Nacional atuou pelo Campeonato Uruguaio frente ao Progresso no fim de semana, triunfou por 4 a 2 e levou a campo, de saída, quatro jogadores que foram titulares na derrota em casa para o Internacional: Sergio Rochet, Mathias Zunino, Gabriel Neves e Gustavo Lorenzetti. A grande esperança do Bolso para virar o confronto é seu artilheiro, Gonzalo Bergessio.

O atacante argentino de 35 anos saiu do banco de reservas na noite de sábado, atuou por pouco mais de meia hora diante do Progreso e resolveu a partida de vez ao marcar dois gols. Entre Lorenzetti e Barrientos reside a maior dúvida do treinador Álvaro Gutiérrez, que entre os dois deverá eleger o parceiro de Bergessio no ataque, que precisará funcionar.

 

follow us on Twitter

follow me on youtube

follow me on facebook

follow us on instagram

follow me on google plus

Sobre o autor

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN.

Contato: maurocezarblog@uol.com.br

Sobre o blog

Trazer comentários sobre futebol e informações, eventualmente em primeira mão, são os objetivos do blog. O jornalista pode "estar" comentarista, mas jamais deixará de ser repórter.

Mais Blog do Mauro Cezar