Topo
Blog do Mauro Cezar

Blog do Mauro Cezar

Categorias

Histórico

Horas antes da final da Copa América, Tite não tem propostas do exterior

Mauro Cezar Pereira

07/07/2019 13h03

Tite, em sua apresentação como técnico da seleção: sonho realizado – Foto divulgação/Rafael Ribeiro/CBF

A insatisfação de Tite na CBF foi noticiada pelo Blog de Juca Kfouri na quinta-feira, mas se o técnico deixar a seleção brasileira após a final da Copa América, hoje, frente ao Peru, não será por dinheiro. O treinador não tem em mãos qualquer proposta do exterior e antes já deu sinais de que o desafio atual o seduz bem mais do que os dólares de fora.

Tite recebeu uma sondagem do Beijing Guoan antes do início da competição. Sequer chegou a ser feita uma consulta oficial, no papel. O blog apurou que, se for o caso de sair do cargo atual, não será por uma proposta. Pessoas próximas afirmam que a China não o tiraria da seleção, porque quem o conhece sabe que ela era seu grande sonho de vida, de carreira.

Pelo menos nesse momento a China não seduz Tite, que teve uma oportunidade de lá trabalhar quando ainda treinava o Corinthians e foram oferecido a ele rendimentos aproximadamente três vezes superiores ao salário de um treinador de seleção no Brasil. Livre de impostos! Mas ele não se interessou, pouco depois a CBF o convidou e ele aceitou substituir Dunga.

Insatisfeito ou não, Tite tem procurado dar sequência ao trabalho. Recentemente, em meio aos jogos da Copa América, fazia análises de partidas e novas formações da equipe, pensando nas eliminatórias da Copa 2022. Ao que tudo indica, se sair não será pela China ou algum outro projeto esportivo. Desde a época do Caxias a seleção sempre foi seu sonho.

Para Tite, a Copa do Mundo é quase uma obsessão desde que iniciou seu trabalho na CBF. E ele deseja disputar outro Mundial, em sequência, ciente de que, após eliminação em 2018, isso é muito significativo, por ser raro receber tal chance. No dia-a-dia, em contato com familiares e pessoas que fazem a gestão de sua carreira, é o que vem sinalizando.

Em março, entre os jogos contra República Tcheca e Panamá, Tite tomou conhecimento da ida de Edu Gaspar para o Arsenal após a Copa América. Até agora ninguém sabe, com certeza, quem será o novo diretor, embora ganhe força o nome de Juninho Paulista. O técnico valoriza a relação de confiança com quem ocupa o cargo, elo entre a entidade e a comissão técnica.

Entre seus integrantes, não parece existir qualquer rejeição ao nome do ex-jogador que hoje comanda o Ituano, Juninho parece muito bem visto. Assim caso Tite decida sair da seleção, será por uma questão pessoal ou não se sentir respaldado, à vontade. Na véspera da final, em entrevista coletiva, o técnico evitou o assunto dizendo que tem contrato até 2022.

 

follow us on Twitter

follow me on youtube

follow me on facebook

follow us on instagram

follow me on google plus

Sobre o autor

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN.

Contato: maurocezarblog@uol.com.br

Sobre o blog

Trazer comentários sobre futebol e informações, eventualmente em primeira mão, são os objetivos do blog. O jornalista pode "estar" comentarista, mas jamais deixará de ser repórter.

Mais Blog do Mauro Cezar