PUBLICIDADE
Topo

Mauro Cezar Pereira

Conselho sugere corte no SPFC e pressiona Raí e departamento de futebol

Mauro Cezar Pereira

26/02/2019 00h40

Hernanes foi um dos jogadores nos quais o São Paulo investiu para a Libertadores, da qual já foi eliminado

Ao se reunir na noite desta segunda-feira e definir uma lista de recomendações ao presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, o Conselho de Administração do São Paulo pressiona o departamento de futebol sob o comando de Raí. Devido à eliminação precoce da Copa Libertadores, seus integrantes veem necessidade de realinhamento orçamentário e reestruturação do setor. Eles estimam que, ausente já na primeira etapa do certame e, consequentemente, da fase de grupos, o clube deixe de faturar até R$ 25 milhões.

Decisões administrativas, fiscalização no que envolve administração e orçamento fazem parte das atribuições do conselho. Elas permitem que sugira, indique ao presidente medidas específicas, não necessariamente a demissão de pessoas, embora o corte sugerido aponte em tal direção. Seus integrantes veem certo "inchaço" no Centro de Treinamentos, e pedem uma avaliação detalhada das funções dos profissionais que lá atuam, com a descrição exata de cargos e salários para que não haja duplicidade de funções, por exemplo.

A participação do ex-zagueiro Diego Lugano na área institucional, e não junto aos atletas, é mais um dos pontos questionados. Os conselheiros acreditam que não basta negociar jogadores, como é intenção do departamento de futebol. Eles pedem a busca por uma melhor relação custo-benefício, ajustes de rota devido à receita que não mais entrará nos cofres; e na folha de pagamento, que cresceu significativamente com as contratações recentes. A pressão sobre Raí, alvo de um grupo do Conselho, deve aumentar.

 

follow us on Twitter

follow me on youtube

follow me on facebook

follow us on instagram

follow me on google plus

Sobre o autor

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN e da Rádio Bandeirantes de São Paulo.

Sobre o blog

Trazer comentários sobre futebol e informações, eventualmente em primeira mão, são os objetivos do blog. O jornalista pode "estar" comentarista, mas jamais deixará de ser repórter.