Topo
Blog do Mauro Cezar

Blog do Mauro Cezar

Categorias

Histórico

Rival do SPFC faz último jogo antes da Libertadores e reage à la Sampaoli

Mauro Cezar Pereira

01/02/2019 09h00

 

Palacios comemora gol de empate contra o Independiente: um titular em ação antes do duelo com o São Paulo

O estádio Mario Alberto Kempes comporta 57.000 pessoas. Na quarta-feira o São Paulo enfrentará o Talleres e mais de 50 mil hinchas no primeiro desafio pela Copa Libertadores – 3 mil lugares serão destinados aos tricolores. Hoje, também em Córdoba, o time argentino faz sua última partida antes do duelo internacional, às 22h10 de Brasília, contra o Banfield, treinado pelo ex-artilheiro, Hernán Crespo, em jogo da Superliga, equivalente à Série A. Será a última chance para os são-paulinos, derrotados ontem pelo Guarani, observarem o time dirigido por Juan Pablo Vojvoda, que muda taticamente durante o jogo, como Jorge Sampaoli fez domingo, na vitória do Santos.

Na parcial mais recente, divulgada há quatro dias, acima de 23 mil ingressos já haviam sido comprados pela torcida do clube cordobês, que em 2014 estava na terceira divisão e há duas temporadas disputa novamente a primeira. Vojvoda chegou em 2018 vindo do Defensa y Justicia, curiosamente o algoz do São Paulo na Copa Sul-americana 2017. E ele tem feito experiências na formação da equipe. Nos jogos mais recentes, o Talleres se houve bem. Primeiro contra Belgrano, em clássico da cidade válido por torneio de verão, quando venceu por 2 a 0.

"Foi superior durante todo o jogo, com o reforço de Dayro Moreno, que marcou os dois gols, o segundo em excelente finalização", destaca Walter Tapia, da Rádio FM 93,7. O experiente centroavante (ex-seleção colombiana, Once Caldas, Athletico Paranaense, Steaua București, Tijuana, Júnior Barranquilla, Millonarios e Atlético Nacional) é a principal contratação do clube para 2019.

No domingo passado, o rival do São Paulo fez seu primeiro jogo pelo campeonato argentino em 2019 (é o 14º entre 26 times). Empatou com o Independiente, em Avellaneda. Sebastian Palacios, outra novidade do ataque para este ano, marcou o tento de "La T". "Fez ótimo segundo tempo. Começou perdendo com a cobrança de um pênalti por Silvio Romero, mas depois foi superior, criou várias ocasiões e poderia até vencer", destaca Tapia. De fato, a equipe de Cordoba finalizou mais, mesmo fora de casa (14 a 12).

Como diante do Belgrano, o Talleres encarou o Independiente com três zagueiros (veja abaixo). Estreou oficialmente Fernando Bersano, das divisões inferiores, com bom desempenho do jovem (21 anos), que já havia atuado no amistoso de verão contra o rival local. Na frente, os reforços, Moreno e Palacios, que certamente formarão a dupla de ataque diante do Sao Paulo.

O Talleres domingo no 1º tempo, contra o Independiente: no 3-5-2, com Moreno e Palacios à frente

Perdendo por 1 a 0, Vojvoda, que começou como técnico no Newell's Old Boys, sacou um dos zagueiros, o peruano Araujo, com cartão amarelo desde os 17 minutos. Lançou Ortíz na ponta-esquerda, mudando para o 4-3-3 (abaixo), o inverso do que fez Sampaoli nos 2 a 0 de domingo no Pacaembu, quando saiu de linha de quatro para trio de zaga durante a vitória sobre os tricolores. Com a mudança, o Talleres passou a usar da velocidade para agredir o Independiente, que ia à frente em busca do segundo gol. Em uma dessas jogadas, igualou o placar. Não são raros os cotejos nos quais o treinador faz esse tipo de alteração.

Na 2ª etapa, linha de quatro atrás. Araujo deu lugar a Ortiz, pela esquerda, com Godoy e Bersano nas laterais

"La T" ainda não perdeu em 2019 após três partidas, e nesta semana, após negociar o goleiro Joaquin Blazquez (foi para o Valencia B) fez a sexta contratação de 2019, para repor o elenco na posição: Federico Abadía, de 20 anos. Ele chegou, por empréstimo, do Boca Juniors, com o qual mantém um fluxo constante de negociações, reflexo do ótimo entendimento entre o presidente cordobês, Andres Fassi, e o mandatário boquense, Daniel Angelici. O clube agora tem como arqueiros o titular, Guido Herrera, e o experiente Caranta, 40 de idade, como substituto imediato.

O time não será muito diferente diante do Banfield, com apenas titular poupado para o duelo com o São Paulo. "Certamente teremos uma mudança. A equipe provável é: Guido Herrera; Nahuel Tenaglia, Juan Cruz Komar e Miguel Araujo; Leonardo Godoy, Pochettino, Andrés Cubas, Fernando Bersano e Juan Ramírez; Sebastián Palacios e Dayro Moreno. Somente será preservado Cholo Guiñazu, pela idade (40 anos). Os demais terão cinco dias de recuperação", analisa Juan Vallego, da Rádio Impacto de Cordoba.

Os relacionados para o jogo com o Banfield

Fica claro que o time não quer deixar de lado o campeonato argentino, apesar da relevância do cotejo de quarta-feira. "Estou empolgado em jogar a Libertadores e os meus jogadores ainda mais. É um sonho que já foi realizado, mas quero um Talleres capaz de disputar torneios importantes, e para isso é essencial não negligenciar a Superliga. Para conscientizar as pessoas de que não podemos fugir dessa realidade, sabemos que um grande time é feito passo a passo", disse Juan Pablo Vojvoda.

O vai-e-vem do Talleres em 2019:

Chegaram:

Sebastian Palacios (ex-Pachuca, atacante)

Dayro Moreno (ex-Altlético Nacional, centroavante)

Leonel Rivas (ex-Rosario, meia ofensivo central)

Enzo Díaz (ex-Agropecuário, da B Nacional, meia pela esquerda)

Juan Ignacio Mendez (ex-Argentinos Juniors, volante)

Federico Abadía (ex-Boca Juniors, goleiro)

Saíram:

Carlos Quintana (zagueiro central, Argentinos Juniors)

Nahuel Bustos (atacante de lado, Pachuca)

Brian Montenegro (centroavante, Olímpia)

Escobar (lateral-esquerdo, San Martín de San Juan)

Messidoro (meia, devolvido ao Boca Juniors)

Alejandro Maciel (zagueiro, devolvido ao Boca Juniors)

Joaquin Blazquez (goleiro, foi para o Valencia B)

Lucas Olaza (lateral-esquerdo, contratado em definitivo pelo Boca Juniors)

Siga @maurocezar no Twitter

Siga Mauro Cezar no Youtube

Siga Mauro Cezar no Facebook

Siga @maurocezar000 no Instagram

Siga Mauro Cezar no Google Plus

Sobre o autor

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN.

Contato: maurocezarblog@uol.com.br

Sobre o blog

Trazer comentários sobre futebol e informações, eventualmente em primeira mão, são os objetivos do blog. O jornalista pode "estar" comentarista, mas jamais deixará de ser repórter.

Mais Blog do Mauro Cezar